segunda-feira, 19 de novembro de 2012

SABOREAR E SONHAR...


O prazer é uma sensação de bem-estar que muitas coisas ou pessoas nos proporcionam.
Comparo um bom prato à uma fonte prazerosa, misturas de sabores, perfumes texturas que nos remetema lembranças e satisfações que deixa-nos em êxtase.
apreciar todo processo, o visual o aroma o sabor ah! isso é incomparável.
Degustar um prato e chegar ao ponto máximo com a harmonização de um bom vinho, pode fazer nossas pernas ficarem tremulas, o coração palpitante e a mente inebriada.
Aproveite cada minuto que esse momento possa lhe proporcionar e não apenas engula o alimento, sem ao menos saber o que te ofereceram.
Deseje, tempere,harmonize com todo capricho e leveza e deixe os resultados tomarem conta de você!

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

VERÃO

CONFESSO QUE NÃO SOU MUITO FÃ DO VERÃO, PREFIRO DIAS MAIS FRESCOS, MAS ISSO NÃO ME IMPEDE DE APRECIAR E CURTIR O QUE MAIS GOSTO, OS VINHOS... AMIGOS E UM BOM PRATO.

Quando chega o verão, tenho um desejo incontrolável de saborear um bom vinho de verão, em boa companhia, ouvindo uma boa música, degustando um prato leve, fresco e saboroso.
Um espumante é ideal, ou um branco que foi resfriado à temperatura ideal permitindo um prazer inigualável. Ou mesmo um vinho com pouco álcool, para apreciar o gosto de fruta.

Um Riesling, ou Chardonnay, elegantes e florais, que harmonizam com bons pratos, também um bom Sauvignon blanc e Weißburgunder. Esses vinhos estão cada vez mais finos e com uma acidez que acaba sendo sinônimo de frescor e harmonizam com saladas coloridas, antepasto, peixes, grelhados e massas.
Também os vinhos Rosé (apesar do preconceito que ainda há em volta deles) combinam perfeitamente com as temperaturas quentes.
A maioria dos vinhos rosé apresenta boa intensidade de frutas vermelhas e corpo médio, tendo ainda a vantagem de não se sobrepor à comida, perfeitos com frutos do mar, peixes, carnes leves até massas com molhos mais suaves. Muitos acham que o vinho rosé é vinho de mulher, doce, rosinha e suave; ele se mistura a propriedades do tinto com a acidez e o frescor do branco.
Em dias quentes dê preferência aos vinhos que apresentam leveza, frescor, menos corpo, taninos menores, boa acidez e graduação alcoólica moderada, características presentes nos brancos, rosés e espumantes.
QUE TAL UM VINHO UM PRATO SABOROSO E LEVE E TODOS NÓS REUNIDOS? AMIGOS NÃO PODEMOS DEIXAR PASSAR O VERÃO...
TIN TIN !!!!

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Vinhos e suas temperaturas adequadas

Você já deve ter ouvido que um vinho deve ser consumido gelado ou na temperatura ambiente, não é?
Imagine um tinto ambiente em um final de tarde na varanda com um calorzinho de 38 graus? Irá ter um desagradável final de tarde kkk

Quando gelamos  o vinho, realçamos as suas características como a acidez, o amargor e os taninos. Quanto mais quente, mais o álcool se volatiliza e o notamos com mais presença, o equilíbrio de um vinho está entre a dureza (acidez, amargor e taninos) e a maciez (álcool e açúcar).
Os vinhos brancos não têm taninos então seu consumo realizado à mesma temperatura dos tintos os deixará alcoólicos,quando diminuímos sua temperatura, ficam mais frescos e mais aceitáveis ao nosso paladar.
Já os vinhos tintos, se resfriados demais, ficam muito duros, já que a acidez e os taninos ficam realçados ao mesmo tempo.
Para espumantes, devem ser evitadas altas temperaturas, pois o gás carbônico se desprende rapidamente.

Os princípios Fundamentais
Com as dicas acima podemos ver que:
Vinho não deve ser degustado acima de 20ºC, pois o álcool evapora com muita intensidade, tornando a sensação alcoólica predominante e, portanto, desequilibrando o vinho.
Vinhos tintos devem ser consumidos à temperatura ambiente (chambré) não deve ser usada em um país tropical.
Quanto mais aromaticamente complexo for o vinho, devemos usar uma temperatura mais elevada para melhor apreciação destes aromas.
Os vinhos brancos pedem que temperatura de serviço seja mais baixa, mas cuidado de não resfriar demais, a ponto de anular seus aromas.
VINHOS
TEMP(ºC)
Champanhes e Espumantes
5 a 8
Brancos Doces
6 a 8
Brancos Secos Leves
8 a 10
Brancos Médios
10 a 12
Branco Secos Encorpados
12 a 13
Brancos aromáticos e semisecos
7 a 9
Rosés
8 a 12
Tintos Leves
14 a 16
Tintos Médios
16 a 17
Tintos Encorpados
16 a 20
Fortificados Secos
8 a 10
Porto Tinto Doce
10 a 16


A melhor maneira de verificar a temperatura é com um termômetro de arco metálico, que se encaixa por fora da garrafa.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

CALIFORNIA...

BENVINDOS NOSSOS NOVOS AMIGOS


As primeiras videiras foram plantadas na Califórnia pelos missionários espanhóis em 1769, quando o território era domínio espanhol. Em 1850 a Califórnia é anexada aos EUA. Até 1823 o Napa Valley era habitado pelos índios Wappo. O primeiro homem branco que se estabeleceu na área foi o General Yount em 1831 e foi o responsável pelo plantio das primeiras videiras em Napa.A Califórnia é responsável por 90% da produção de vinho dos Estados Unidos e é a quarta produtora mundial da bebida, depois de França, Itália e Espanha.
A Califórnia é responsável por 90% da produção de vinho dos Estados Unidos e é a quarta produtora mundial da bebida, depois de França, Itália e Espanha
Chardonnay é o tipo mais popular entre os norte-americanos, respondendo uma boa parte da  venda da bebida. Outros brancos também fazem sucesso, zinfandel típica da Califórnia, sauvignon blanc, pinot gris, moscatel entre os tintos, a Califórnia produz excelentes vinhos dos tipos cabernet sauvignon, pinot noir, syrah, merlot, grenache, tempranillo, malbec, petite sirah, cabernet franc e sangiovese.
Boa época para fazer degustação de vinhos na Califórnia é do final de agosto ao final de setembro, quando a maioria das vinícolas faz a colheita das uvas.(ABS)

VAMOS BUSCAR CONHECÊ-LOS E APRECIÁ-LOS.

Sauvignon Blancs dos EUA principalmente os da Califórnia combinam com filés de linguado,limão e manjericão. Sauvignon Blancs quase sempre vão bem com peixes e temperos e complementam a textura e os aromas frutais dos vinhos da California, que são lembrados pela fruta intensa e acidez levemente picante.

UM BRINDE À ELES !!!!

terça-feira, 21 de agosto de 2012

A ARTE DE DEGUSTAR...

ARTE do Latim ars (técnica/habilidade), manifestação de alguma habilidade especial, desencadeamento de algum tipo de resposta no ser humano, como o senso de prazer ou beleza, excitação da imaginação e a fantasia. Definições que descrevem o prazer surreal de apreciar um bom vinho.
Sentir o perfume, observar a coloração mágica e inebriante de um liquido que é capaz de remeter a mente ao tempo e a um local onde as sensações eternizaram-se.
Técnicas, conhecimentos e atenção tudo é necessário, mas o principal é o prazer e o amor depositados em uma taça.
Primeiramente; não deixe nada interferir no paladar como fumo, café etc.
Despeje uma pequena quantidade de vinho em uma taça e olhe com atenção e carinho; perceba a cor o brilho.
Traga a taça para perto de seu nariz; sinta o aroma que invade sua alma, gire o copo com suavidade, delicadeza e perceba que outros aromas se desprendem te levando muitas vezes a lembranças antigas, prazeres esquecidos.
Enfim leve a taça até seus lábios sorva um pequeno gole e deixe-o dançar na sua boca, para que cada região ou papilas gustativas captem um determinado segredo desse sabor.
Registre essas sensações apenas na sua mente ou escreva-as para guardar e comparar nas próximas tentativas.


Visual:
Dourado, rosado, vermelho intenso, rubi, cores que chamam atenção pelo brilho e vivacidade.
Olfato:
Um aroma de fruta, amora, morango abacaxi, flores, madeira, ou uma mistura indecifrável, mas de intenso prazer.
Gustativo:
Adocicado, amargo, ácido, fresco, suave, sabor de madeira tostada, de abacaxi, limão, pimentão... Sabores inusitados e reveladores que nossa imaginação e sensibilidade explodem de paixão.

E assim mesmo que sinto um vinho, uma paixão; a minha paixão!


Sensações exploradas e apreciadas na WineWeekend 2012 em SP
E na degustação do Bistrô La Régalade SP

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

FLORES CHEGANDO...


Para cada estação do ano que passamos e nos adequamos para melhor sentir suas respectivas singularidades, existe um vinho, no recolhedor inverno os mais encorpados, no charmoso outono, vinhos de médio corpo, para saudar o desinibido verão os brancos, espumantes e roses são os mais indicados, pois a estação pede o frescor dos vinhos, ou pede vinhos tintos mais leves para acompanhar as noites quentes.

E a florida, colorida e inebriante Primavera?
Com essa linda estação do ano se aproximando é inevitável não pensar em flores, nos jardins, frutos e outras cores mais. É uma estação feliz com um clima ainda ameno e fresco, nos fazendo lembrar os vinhos com aromas de flores, seus perfumes e o frescor compartilhado com amigos leves e inovadores.

Que tal um Gewürztraminer?
 Muito aromática e fresca, com seus aromas que fazem lembrar rosas, jardim um pomar cítrico. Outra opção seria um Moscato com um aroma floral delicado,  outra  casta para essa primavera a Sauvignon Blanc com seus aromas cítricos lembrando maracujá.

A cor dessa Estação lembra um bom Rosé que pode ser um espumante ou um vinho, de fácil harmonização, é uma ótima escolha para as finais de tarde mornas e aconchegantes, pedindo alguma coisa que traga frescor e bons papos. Não esquecemos os tintos leves, Pinot Noir leve servido a 15 graus, também é uma ótima opção para essa estação, pois apresentam leveza, frescor, menos corpo, taninos menores, boa acidez e graduação alcoólica moderada.
Para saborear um bom prato diferente, fresco, saudável e colorido e por que não florido?
SALADA FLORIDA
Alface crespa
Repolho roxo em fatias
Cenoura ralada(s)
Erva-doce (funcho) em fatias
Flores comestíveis


Molho
3 colher(es) (sopa) de azeite
1/2 dose(s) de suco de limão
1 colher(es) (sobremesa) de vinagre de maçã
Sal
Pimenta-do-reino branca
Misture as folhas e decore com as flores sirva com o molho

amor-perfeito, calêndula, mastrucio, gerânio, ipê roxo e outras.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

CHURRASCO E VINHO... SERÁ?


Paixão nacional! a cerveja, outra paixão nacional, é  a bebida mais lembrada. Mas será que existe lugar para o vinho?


TODA FAMILIA REUNIDA, CADA UM TROUXE UM POUCO DE CARNE, LINGUIÇA, CERVEJAS, CAIPIRINHAS E EU... ?????????? UMA GARRAFA DE VINHO...XI, SERÁ QUE ERREI?


Carne do churrasco, em geral, tem gorduras e quando comemos a carne, nossa boca fica com essa gordura depositada; O vinho tem a propriedade de adstringência, que lava nossa boca. A cerveja é amarga e isso dificulta a combinação com os alimentos, porém não devemos esquecer que há cervejas de vários tipos harmonizando perfeitamente com carnes.

Para o íniciar , recebemos as pessoas, começamos a preparar as linguiças, além de petiscos e saladas, a companhia de um vinho branco de boa acidez, bem como um bom espumante, costuma ser convidativa e agradável. O segredo dessa harmonização é o frescor destes vinhos que combatem com eficiência gordura e eventuais molhos de certa acidez, podemos , começar pelos tintos também de boa acidez e relativamente leves,simples e sem madeira.O frango, peixes e costelinhas de porco, são um bom terreno para os brancos, especialmente os Chardonnays com toques de barrica.

Para os carnívoros , começa o esperado momento das carnes vermelhas. A suculência da carne vermelha forma uma união perfeita com os  taninos. O sal deve vir na medida certa, como qualquer outro prato salgado, o sal grosso tem a função de ajudar a selar a carne, preservando sua suculência, salgando-a na medida exata,  tome o cuidado de bater o sal da carne antes de servir.

 Como o churrasco tradicionalmente se estende por algumas horas de comida e conversa, o Vinho fica muito adequado a esse ritual, pois pode ser saboreado sem nenhuma pressa.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

QUE TAL UM LANCHE OU ALMOÇO FORA DE CASA?



A palavra piquenique tem origem no francês pique-nique, no século XVII. Passeios ao ar livre, nos quais as pessoas levam alimentos para serem desfrutados por todos.


Em Portugal, é costume fazerem-se piqueniques durante a época de festival, junto das praias. Sendo o domingo um dia tradicionalmente de descanso, é normal verem-se várias famílias nos imensos parques de merendas espalhadas por todo Portugal.


No Brasil, essa prática é tradicional em parques de algumas cidades.

Alimentos próprios para um piquenique, certamente fazem parte de um cardápio mais saudável e leve, fácil de preparar e acompanhado de refrigerantes ou sucos naturais. Mas que tal um queijinho, morangos, uvas um pãozinho italiano e um bom vinho?

Acessórios são necessários e facilitam a vida dos participantes desse momento de lazer e prazer.

Toalhas, pratos, talheres, copos... Ou tabua de frios, taças uma capa térmica para sua garrafa não perder a temperatura nem desperdiçar sabores e aromas.


Veja esses modelos, escolha um e bom divertimento!







terça-feira, 10 de julho de 2012

PIZZA

HOJE É DIA DE PIZZA...
A mais querida de todos, São Paulo é campeã quando o assunto é essa amiga dos finais de semana.
Massa crocante fina ou mais grossa, coberta com o recheio que sua imaginação permitir.
queijos, calabrezas, frutas, folhas verdes; sabores inusitados que nos remetem a prezeres singulares.
que tal acompanhar essa delicia de um maravilhoso vinho? dificil harmonizar? um pouco talves, mas...

Vinhos simples, jovens se relacionam bem com as massas finas com recheios variaveis.
Uma Margerita onde temos a mussarela , o aroma do manjericão com um Sauvignon Blanc acredito que se entenderiam bem.
Uma Romana com aliche talvés peça um branco com maior acidez.
inumeras possibilidades invente uma e saboreie, teste aprenda e nos conte o resultado.

sábado, 7 de julho de 2012

CURSO DE VINHOS

Aprendizados sempre são bem vindos como sempre falo, terminamos um hoje que foi muito interessante e proveitoso. Vinhos maravilhosos, dicas especiais, harmonização que nos proporcionou momentos de prazer e de conhecimentos que sempre acrescentam dicas ao mundo maravilhoso dos vinhos, valeu e até o próximo!

Não é necessário ser um expert, mas deve-se sentir as emoções e deixar fluir os aromas e sabores juntamente com nossas lembranças.

Dicas sobre o que aprendemos nesses dias irei passar a todos, assim que eu compactar todas as informações. AGUARDEM!!!!!!!!!!!!!!!!

quinta-feira, 28 de junho de 2012

VINHO E NOSSA SAÚDE

"Consumido de maneira moderada, o vinho produz resultados benéficos absolutamente incontestáveis sobre a saúde humana" dizem comprovados estudos científicos.

O consumo de vinho é associado ao bem-viver, além de ser uma bebida que harmoniza bem com qualquer tipo de alimento.


Sob o aspecto médico, o grande diferencial do vinho, está ligado à moderação do consumo, pois o teor alcoólico da bebida é menor do que

o presente em destilados. "Trata-se de uma bebida raramente associada ao alcoolismo".
Antioxidantes - Foram encontrados compostos fenólicos no vinho que possuem fortes propriedades antioxidantes que podem ajudar a prevenir o fechamento das artérias e perigosas coagulações internas do sangue.
Digestão - O consumo habitual de vinho nas refeições faz com que o álcool e os compostos fenólicos do mesmo contenham efeitos adversos das comidas gordurosas.
(fonte: UVIBRA)

segunda-feira, 25 de junho de 2012

curso

Adoro conhecimentos novos e atualizar alguns já vistos, mas realmente participar de um grupo para estudar os vinhos que tanto amo, acompanhado de um amigo é ainda mais prazeroso.
Nesse sábado iniciamos um curso maravilhoso que iremos nos deliciar até Julho, com dicas e novidades que certamente irei dividir com vocês.
Abraço especial ao Thiago e ao Wilian.

domingo, 24 de junho de 2012

PARA ESQUENTAR NESSE INVERNO


Os primeiros registros de seu uso datam do período olmeca. No entanto, existem evidências que indicam cultivo anterior a esse período. Desde a sua domesticação, o cacau é usado como bebida e, depois, como ingrediente para alimentos. Durante a civilização maia, era cultivado e, a partir de suas sementes, era feita uma bebida amarga chamada xocoatl, geralmente temperada com baunilha e pimenta. O xocoatl, acreditava-se, combatia o cansaço, além de ser afrodisíaco.O produto era exclusivo da nobreza. Os europeus passaram a adoçar e a misturar especiarias para adequá-lo ao seu gosto.(fonte Wikipedia)

Realmente é nobre.um bom chocolate encanta,harmoniza qualquer coração, deixa um suspiro no ar, traz um sabor de lembrança misturado com tranquilidade e de desejo que espera o momento certo para surgir.
Combina com todas as estações do ano, inclusive com o atual inverno...
CHOCOLATE QUENTE COM ESPECIARIAS

250ml de água
200g de açúcar
100g de cacau em pó
1 pau de canela
3 estrelas de anis
4 grãos de cravinho
200g de chocolate (pode ser barra ou pó)

Colocar a água, o açúcar, o cacau e as especiarias numa panela. Deixar levantar fervura. Retirar do calor e adicionar o chocolate, mexendo até estar totalmente incorporado. (se for em barra, a bebida ficará mais cremosa).


CHOCOLATE QUENTE COM PIMENTA

50 ml de creme de leite fresco ou lata
70 g de chocolate meio amargo
1 pimenta dedo-de-moça
150 ml de leite

Aqueça o creme de leite, adicione o chocolate meio amargo até formar um creme homogêneo. Reserve.

Corte a pimenta ao meio no sentido do comprimento, retire as sementes e acrescente ao leite. Ferva o leite com a pimenta, retire do fogo e acrescente o creme de chocolate. Mexa bem e sirva.



CHOCOLATE BRANCO DE NEVE


1 l de leite
1 lata de creme de leite
1 barra de chocolate branco
1 lata de leite condensado

Bata tudo no liquidificador
Depois leve ao fogo até ferver
Sirva se preferir com chantilly

quinta-feira, 21 de junho de 2012

ESSE VAI FAZER SUCESSO......


VINHO QUENTE BRANCO


1 maçã verde picada

100 ml de água

Gengibre ralado a gosto

100 ml Suco de maçã

100 ml Vinho branco

3 colheres de açúcar

Canela em pau a gosto



Aqueça o açúcar em uma panela e deixe derreter acrescente a maçã e o gengibre, misture bem, adicione a água e deixe ferver.

Coloque o vinho e o suco da maçã e a canela ferva mais um pouco e sirva ainda bem quentinho.


quarta-feira, 20 de junho de 2012

VINHO QUENTE


  • 1 1/2 xícara(s) (chá) de açúcar
  • quanto baste de canela em pau
  • 10 unidade(s) de cravo-da-índia
  • 1 unidade(s) de casca de laranja ralada(s)
  • 1 unidade(s) de casca de limão ralada(s)
  • 1 litro(s) de vinho tinto
  • 1 xícara(s) (chá) de água
  • 1 unidade(s) de maçã em cubos pequenos
  • Ferva todos os ingredientes por cerca de 10 minutos até que os sabores sejam extraídos para o vinho. Sirva de preferência em canecas de barro e bem quente.
  • (FONTE CYBERCOOK TERRA)

    terça-feira, 19 de junho de 2012

    FRIO......... ADORO !!!!!!!

    Mais um inverno chegando...
                  
    Que tal uma boa sopinha e um bom vinho
    Ingredientes para sopa creme de palmito com queijo
    1/2 vidro de palmito
    1/2 caixinha de creme de leite
    Mussarela
    1/2 litro de água
    1 tabletes de caldo de galinha
    1/2 cebola
    Alho picadinho
    1 colher de sopa de manteiga
    1 xícara de leite
    1 colher de sopa de amido de milho
    Salsa e cebolinha
    1 pão italiano redondo médio
    Sal à gosto
    Parmesão para gratinar

    Preparo
    Pegue o pão italiano e corte uma tampa pequena na parte superior retire o miolo e reserve, passe um pouco de manteiga por dentro do pão e leve ao forno alto por 5 minutos. Coloque o miolo em uma panela e adicione uma pouco azeite, sal, salsa e orégano à gosto e deixe dourar. Reserve

    Numa outra panela coloque a água e faça o caldo de galinha. Depois numa panela grande coloque a manteiga, cebola e alho picadinhos e deixe dourar. Misture o caldo de galinha, coloque o palmito picadinho, salsa, cebolinha e pimenta do reino. Enquanto esta sopa cozinha, numa outra panela aqueça o leite e dissolva bem o amido, sem parar de mexer, adicionando pedaçinhos de mussarela até derreter. Desligue o fogo e coloque o creme de leite misturando bem. Pegue este creme e misture na sopa de palmito e acerte o sal. Para servir coloque no pão Italiano e salpique queijo parmesão ralado, leve ao forno novamente para gratinar.
    Sirva com um Malbec ou um Shyraz

    segunda-feira, 18 de junho de 2012

    MOLHOS

    SEGUINDO UMA SUGESTÃO DE UM AMIGO...
    MOLHO DE TOMATES FRESCOS


    1 KG DE TOMATES MADUROS (procure os mais maduros, pois são mais doces)

    CEBOLA

    MANJERICÃO

    ALHO

    SAL

    PIMENTA

    AZEITE



    LAVE BEM OS TOMATES

    COLOQUE EM UMA PANELA GRANDE COM ÁGUA E DEIXE FERVER, RETIRE A PELE DO TOMATE E ESCORRA A ÁGUA.

    PIQUE GROSSEIRAMENTE OS TOMATES JÁ COZIDOS. RESERVE

    EM OUTRA PANELA, COLOQUE O AZEITE O ALHO E CEBOLA BEM PICADOS.

    DOURE E ACRESCENTE OS TOMATES PICADOS TEMPERE COM SAL PIMENTA A GOSTO, MEXA ATÉ REDUZIR UM POUCO OS LIQUIDOS, QUANDO TIVER UMA CONSISTENCIA MAIS ENCORPADA, DESLIGUE O FOGO E ADICIONE AS FOLHAS DE MANJERICÃO FRESCO.

    USE PARA QUALQUER MASSA DE SUA PREFERENCIA.



    SE VOCÊ QUISER MUDAR E REALMENTE IMPRESSIONAR FAÇA ESSE MOLHO...

    PARA VOCÊ MEU AMIGO LEANDRO!!!



    MOLHO DE TOMATES VERDES... lembra?



    1KG DE TOMATES VERDES

    CEBOLA

    MANJERICÃO

    ALECRIM

    ALHO

    SAL

    1 COLHER DE AÇÚCAR (para reduzir a acidez)

    NOZ MOSCADA

    PIMENTA

    AZEITE

    LAVE BEM OS TOMATES

    COLOQUE EM UMA PANELA GRANDE COM ÁGUA E DEIXE FERVER, RETIRE A PELE DO TOMATE E ESCORRA A ÁGUA.

    PIQUE GROSSEIRAMENTE OS TOMATES JÁ COZIDOS. RESERVE

    EM OUTRA PANELA, DOURE O ALHO E A CEBOLA, NO AZEITE ACRESCENTE OS TOMATES, MEXA E COLOQUE O AÇÚCAR E RASPE A NOZ MOSCADA A GOSTO, COLOQUE O SAL E A PIMENTA O MANJERICÃO E O ALECRIM.











    As Festas Juninas são celebradas ao longo do mês de junho. Sua origem foram as festas pagãs, com fogueiras e queimas de fogos para afugentar os maus espíritos.
    A festa junina consiste em celebrar os bons resultados da colheita e também, pedir que o próximo plantio traga bons frutos. São João é o santo protetor das colheitas .
    As festas juninas estão enraizadas de arte popular com suas influências próprias das regiões, cheias de pureza, ingenuidade, poesia e inspiração.
     

    BOLO CREMOSO DE MILHO



         1 lata de milho com água
    • 1 lata de leite condensado
    • 200 ml de leite de coco
    • 3 colheres de sopa de margarina
    • 3 colheres de queijo ralado
    • 4 ovos
    • 9 colheres de sopa de milharina
    • 2 colheres de sopa de fermento em pó 
    • Canela a gosto (opcional)
     
    Modo de Preparo
    1. Pré-aqueça o forno em temperatura média
    2. Bata no liquidificador os ovos, leite condensado, leite de coco e margarina até formar um creme
    3. Acrescente o queijo, o milho, a canela e a milharina e bata novamente
    4. Por último acrescente o pó royal
    5. Despeje em forma (de preferência teflon) untada
    6. Asse em forno médio por 40 minutos aproximadamente

    DEPOIS TEM MAIS RECEITAS...CAIPIRADA!!!
    CURTAM NESSE MÊS VÁRIAS DELICIOSAS RECEITAS NO BLOG

    E MUITO VINHO QUENTE...........VAMOS LÁ 
    OLHA A FOGUEIRA IAIA...... 

    quinta-feira, 14 de junho de 2012

    receita

    filé de frango com molho de limão e purê de mandioquinha
    para duas pessoas

    4 filés de frango
    3 mandioquinhas medias
    1 limão
    1 tomate
    sal
    pimenta
    2 colheres de margarina
    azeite
    oregano

    preparo

    tempere os files com sal pimenta a gosto e o suco de 1/2 limão
    frite-os até dourar
    faça um purê com as mandioquinhas cozidas em agua  e sal,adicione 1colher de margarina , sal e reserve,
    em uma frigideira coloque um pouco de azeite e doure as rodelas de tomate, coloque oregano, azeite e sal e reserve.
    na frigideira que fritou os filés despeje o suco de limão e a outra colher de margarina, aqueça e jogue por cima do filé.


    sugiro um Cabernet Sauvignon